Ligia Schincariol


A Radiestesia em Terapia Holística

A palavra Radiestesia é a união de dois termos, Radius, que vem do latim e significa radiação e aisthesis, de origem grega e que significa sensibilidade, indicando assim a sensibilidade às radiações.
Utilizando instrumentos específicos, como o pêndulo, a Radiestesia capta as vibrações do nosso campo bioenergético que trabalha com as dimensões vibratórias mais profundas do corpo humano e de tudo o que o cerca, visando encontrar possibilidades para corrigir possíveis alterações, a fim de promover o equilíbrio e bem estar da pessoa.

Tudo no universo é uma fonte de energia que ressoa em certa freqüência ou, uma combinação de freqüências com outros elementos. Nosso corpo é feito de um número incontável de átomos e moléculas representando vários elementos.

Cada molécula elementar ou átomo ressoa em harmonia com outra, quando estamos em perfeito equilíbrio. Acontece que em todo o momento estamos expostos a energias nocivas, como: ondas de rádios, TV, antenas, energias

pessoais, etc... Podendo gerar uma serie de desequilíbrios. Elas passam sobre nossos corpos, da mesma forma que somos afetados pela radiação do sol, da lua, da Terra e como sabemos das outras pessoas, porque mesmo pensamentos criam energias que se irradiam através de nossos corpos.

Freqüentemente durante o dia respondemos fisiologicamente, emocionalmente e intelectualmente de alguma forma às diferentes radiações que nos atingem, vindas de várias fontes.

Radiestesia é uma excelente ferramenta para ampliar nossas reações sutis que experimentamos. Se usada corretamente, a Radiestesia será uma ferramenta benéfica para a identificação e correção da fonte e transmissão das radiações nocivas existentes.

A Radiestesia é a ciência que detecta e mede as energias subtis através dos instrumentos radiestésicos.
A capacidade de praticar a radiestesia é inerente a todos os seres humanos.
A Radiestesia é praticada à milhares de anos, sendo muito conhecida e utilizada pelos Gregos, Romanos e Egípcios.
Ganha um grande número de adeptos na renascença, mas é , a partir de 1798, com o inicio do uso o pêndulo que a sua pratica se generaliza.

O pêndulos e os outros instrumentos radiestésicos detectam emissões de energia, fornecendo ao radiestesistas as informações necessárias ao seu trabalho , através de oscilações e/ou movimentos pré-definidos, onde a pergunta feita com o auxilio do pêndulo se traduz num binômio SIM/NÃO.

Na realidade, a Radiestesia pode ser dividida em três aspectos:

1- Reação física para frequências e radiações universais de elementos ou combinações de elementos naturais ou artificiais que existem no nosso ambiente físico.

2-Reação emocional dos pensamentos, condições e atitudes de outros, individualmente ou coletivamente e, de nós próprios.

3- E freqüentemente intuitivamente a eventos que estão fora de nossa percepção linear do tempo, consciência física ou realidade.

Com a nossa atitude e conhecimento do assunto que nos dirá definitivamente se seremos bem sucedidos no trabalho de Radiestesia ou não, e o quanto poderemos desenvolver este precioso presente. Devemos tornar-nos humildes e ter força de submetermos nossas percepções e atitudes para mudar, questionar mesmo nossas mais fortes crenças sobre um assunto específico e também ter vontade de corrigir nossas realidades.

Para alguns isto será somente um meio de trabalhar com reações ou manifestações físicas, tais como procurar água, minerais e outros assuntos relativos às substâncias do universo. Outras pessoas, como eu, entretanto, podem se sentir confortável em trabalhar em áreas relativas à saúde, emoção e espiritualidade, ou seja, equilíbrio do Ser.

O que você pode fazer com a Radiestesia.

A Radiestesia pode ser usada em diversos domínios como, por exemplo: agricultura (qualidade das sementes, qualidade dos terrenos), arqueologia, geologia, investigação policial (achar pessoas desaparecidas), equilíbrio das casas, acharem água, no nosso caso: pesquisa de florais, fitoterápicos, equilíbrio dos chakras, etc. As possibilidades são quase infinitas, use a sua intuição e muita pesquisa.

Pesquisa de chakras: Para a realização de um trabalho bem abrangente e com resultados positivos, pesquiso a existência de desequilíbrio nos 49 chakras do corpo humano (de entrada e saída).

Cinco Movimentos: Após detectar e confirmar o movimento dominante individual do cliente (Terra, Água, Madeira, Metal, Fogo), começo o trabalho para a regularização de cada movimento desequilibrado.

Meridianos: Os 12 meridianos (Pulmão, Fígado, Rins, intestino Delgado, V. Biliar, Estômago, Intestino Grosso, Bexiga, Coração, Baço-Pâncreas, Triplo Aquecedor, Circulação e Sexo) são testados e regularizados, caso haja algum em desarmonia.

Moxabustão: É utilizada no corpo em meridianos que em caso de desequilíbrio de Yin Yang são detectados conforme a informação no gráfico dos meridianos.

Parasita da energia vital: Pesquiso a possibilidade de encontrar parasita da energia vital que esteja impossibilitando o equilíbrio físico e energético do cliente.

Fitoterapia: Utilizo Fitoterápicos diversos, conforme indicação encontrada através da Radiestesia e outras técnicas.

Florais: Também são recomendados conforme as necessidades do cliente.

Cromoterapia: Utilizando também técnica de pesquisa e tratamento que disponibilizaram melhor resposta ao desequilíbrio e problemas sentidos pelo meu cliente.

Psicoterapia: É utilizado no decorrer de todo o processo de tratamento do meu cliente para a harmonização e equilíbrio em busca do autoconhecimento.

Radiônica: Utilizo em casos especiais que impossibilitam a presença do cliente no decorrer do tratamento.

Técnicas para o uso do gráfico geral:

Para se trabalhar com a Radiestesia em conjunto as terapias diversas, o terapeuta precisa escolher a melhor maneira de montar a sua pasta de pesquisas e análises para que de forma objetiva consiga chegar aos verdadeiros resultados encontrados e solucionados pelas técnicas utilizadas durante o processo de avaliação e restauração do equilíbrio do cliente.

A minha sugestão é que em uma pasta catálogo, coloque todos os quadros ou gráficos pesquisados por você e utilize também em formato de meio círculo com subdivisões para as anotações dos temas estudados e utilizados em terapia holística, lembrando sempre que deve começar com o gráfico de orientação geral, pois o mesmo abrirá caminhos para uma investigação sólida e segura conforme proponho abaixo:

GRÁFICO DE ORIENTAÇÃO GERAL: engloba todas as técnicas desenvolvidas pelo terapeuta, é o ponto de partida para as outras análises.

De todas as maneiras e possibilidades de pesquisas e questionamentos para encontrar desequilíbrios e causas dos problemas de meus clientes, a Radiestesia sem dúvida nenhuma é a melhor e mais rápida forma de chegar às respostas com objetividade e satisfação do terapeuta e cliente.

A primeira coisa a se fazer é acomodar-se em uma cadeira bem confortável, em frente a uma mesa vazia para não sofrer nenhuma interferência. Em seguida, procede-se a um relaxamento inicial com a respiração profunda e tranquilizadora. Enquanto respira, comece a mentalizar o que segue: a partir deste momento, o pêndulo irá mediar à comunicação com a minha mente superior.

Após estas condições e preparações, seguimos em diante com as rotinas a seguir:

Com o pêndulo na mão, deixando uma distância de, aproximadamente, 10 a 20 cm entre os dedos e a ponta do pêndulo e o levamos ao centro inferior do gráfico de orientações geral.
Com o pêndulo na posição pedimos para girar no sentido horário (positivo) e no sentido anti-horário (negativo), logo após, ordenamos para o pêndulo parar no ponto zero e seguimos.
Fazemos então as perguntas desejadas e observamos a posição que o pêndulo vai apontar indicando as respostas, também podemos apontar com o dedo indicador da mão esquerda para as subdivisões indicadas no gráfico perguntando se o cliente que estará a sua frente necessita da técnica ou tratamento que estará indicado em cada subdivisão. A resposta será obtida, quando o Pêndulo parar de girar e balançar apenas na direção da subdivisão do gráfico ou então girar positivamente ou negativamente, no caso do uso do dedo indicador da mão esquerda.
Anotar as informações e prosseguir fazendo novas perguntas até esgotar totalmente as informações do gráfico geral.
Depois de completada todas as informações, partir para os gráficos seguintes utilizando o mesmo método para as futuras informações.

Hoje em dia, a radiestesia possui 4 ramos, que são os seguintes:

1) Radiestesia de Ambientes - Trata-se da detecção e anulação de fontes de energia telúrica que estão presentes no subsolo, e que causam distúrbios energéticos no ambiente em que se encontram.
Essas energias de origem geobiológica afetam as pessoas, plantas e animais dentro de uma casa, escritório, etc, e podem causar irritação, insônia, fraqueza e falta de concentração.

2) Radiestesia Médica - Através dos gráficos radiestésicos, o radiestesista faz uma completa varredura energética na pessoa e em sua aura, restabelecendo o equilíbrio de suas energias físicas, mentais e sutis, curando doenças existentes e prevenindo o aparecimento de futuros distúrbios.

3) Radiestesia Hidro Mineral - É a antiga rabdomancia, aonde o radiestesista, com o auxílio dos instrumentos radiestésicos, descobre mananciais de água subterrânea, veios minerais, etc.

4) Tele-Radiestesia ou Tele-Psicometria - Com o auxílio de um mapa, um testemunho e os instrumentos radiestésicos, o radiestesista determina o paradeiro de uma pessoa, objeto ou animal perdido, sem importar a distância aonde se encontrem Esse mapa mostra a incidência de energias geobiológicas dentro de uma casa.

A presença de um desses fatores (correntes de água subterrânea, falhas telúricas, rede geobiológica de Hartmann, entre outros) e/ou seu cruzamento em um mesmo ponto altamente prejudicial à saúde, pois essas energias interferem na aura dos seres vivos que se encontram dentro do ambiente. Existe algum lugar de sua casa no qual você sente calafrios ou não gosta de entrar? Suas plantas e flores estão morrendo? Seus bichinhos de estimação ou alguém que mora em sua casa tem ficado doentes? Você tem dormido mal ultimamente?

Se a resposta para qualquer uma dessas perguntas for sim, sua casa pode estar com focos de energia negativa.

Uma ciência muito antiga e se constitui na capacidade que algumas pessoas possuem de perceber e sentir, de detectar e qualificar com instrumentos, ou sem eles, as energias geradas e irradiadas pelos seres, pelas coisas e pela Terra.


Fonte: Crystal Terapêutico.













Receba diariamente as notícias em seu email:

Delivered by FeedBurner









Desenvolvido por Danilo Rodrigues
Design por Dimy Design&Motion Graphics
© 2017 Ligia Schincariol - Todos os direitos reservados